top of page

INCT-IDDC nas eleições argentinas | Boletim 3



A 5 dias das urnas, cenário é de turbulência

Os argentinos entram na última semana que antecede as eleições gerais para presidente em clima de incerteza e tensão, com câmbio nas alturas, remarcações de preço e gôndolas vazias nos supermercados. A população argentina teme, ainda, aumentos generalizados sobre a lista de preços que será divulgada no dia seguinte às eleições, que ocorrerão neste domingo.


Na Argentina, a eleição tem regras para sistema de dois turnos diferenciada do caso brasileiro. Um candidato à Presidência pode ganhar as eleições em turno único caso alcance 45% dos votos, ou se tiver 40% dos votos e uma diferença de 10 pontos percentuais em relação ao segundo colocado. Se isso não ocorrer, é previsto um segundo turno entre os dois candidatos mais votados nas urnas. O voto é obrigatório entre 18 e 70 anos, e facultativo para quem têm 16 e 17 anos ou acima de 70.


As pesquisas de opinião realizadas desde as eleições primárias de agosto indicam, em sua maioria, liderança da chapa da Libertad Avanza, encabeçada por Javier Milei, e seguida pelo candidato do Unión por la Patria, o governista Sergio Massa, e pela candidata do partido Juntos por el Cambio, Patrícia Bullrich. Assim como no Brasil, as pesquisas de intenção de voto tiveram dificuldade de captar a liderança de Milei, provocando surpresa com os resultados da votação primária – etapa anterior ao primeiro turno, diferentemente do Brasil.


De acordo com consultoria Proyección, que realizou estudos de opinião pública nas datas entre 3 a 9 de outubro de 2023, a candidatura Milei/Villarruel aparece em primeiro lugar, com 35,5% dos votos. Em segundo lugar, Massa/Agustín tem 30,9% da preferência de votos, seguido de Bullrich/Petricom 23,2%. Em caso de segundo turno, cenário mais provável, Milei ganharia as eleições com 41,3% dos votos. A margem de erro da pesquisa é de 2,1 pontos percentuais.


Uma página na Wikipedia (https://es.wikipedia.org/wiki/Anexo:Encuestas_de_intenci%C3%B3n_de_voto_para_las_elecciones_presidenciales_de_Argentina_de_2023) traz a compilação dos dados das consultorias, veja abaixo.





Kommentare


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page