PARTICIPAÇÃO

A participação dos cidadãos na vida política é fundamental para uma sociedade democrática. É ela que estabelece a relação entre governos e governados e é capaz de reformar o sistema de representação. A participação pode se dar em sua forma mais tradicional, por meio do voto popular, ou por meio de formas ampliadas, com mecanismos e espaços capazes de possibilitar um maior envolvimento dos indivíduos, grupos e movimentos sociais nas decisões políticas.

No Brasil, após o processo de redemocratização e a Constituição de 1988, houve uma forte expansão das formas de participação. Iniciativas como o Orçamento Participativo e os Conselhos de Política Públicas fizeram com que o país se tornasse referência em participação social. Apesar desses avanços, o Brasil ainda possui muitos desafios no que diz respeito às formas e níveis de participação, bem como na avaliação de como elas podem contribuir para o aprofundamento democrático.

O Instituto da Democracia tem atuação privilegiada no campo da democracia participativa, dando ênfase aos estudos sobre as formas de participação social do Brasil contemporâneo. Assim, o Instituto tem buscado investigar as diversas experiências de participação e deliberação democráticas no Brasil, focando nas formas de articulação vertical e horizontal existentes entre os atores, arenas e mecanismos de participação, e na relação desses atores e mecanismos com as instituições políticas representativas.

CONHEÇA ALGUNS TRABALHOS SOBRE PARTICIPAÇÃO POLÍTICA DESENVOLVIDOS PELO INSTITUTO DA DEMOCRACIA:

Instituto da Democracia e da Democratização da Comunicação

Endereço: Av. Antônio Carlos, 6627 - Pampulha | Belo Horizonte - MG 31270-901

E-mail: institutodademocracia@institutodademocracia.org

Telefone: (31) 3409-5004