O que o brasileiro quer do Estado?


Rafael Câmara

Seja em contendas eleitorais, diálogos acadêmicos ou conversas de mesa de bar, o papel que o Estado deve desempenhar na condução da economia e na produção de políticas públicas é sempre alvo de intensa controvérsia. No momento pelo qual passa a democracia brasileira, este debate ganha ainda mais relevância, tanto pela agenda de reformas que o Presidente Michel Temer vem tentando aprovar no Congresso Nacional, quanto pela proximidade da disputa eleitoral que força os partidos a se posicionarem mais claramente sobre os temas de interesse dos eleitores e incentiva esses últimos a procurarem informações sobre as propostas dos candidatos.

Neste contexto, é de suma importância compreender o que pensam os brasileiros sobre o papel que o Estado deve desempenhar na condução da economia e das políticas públicas. Recentemente, O Instituto da Democracia e da Democratização da Comunicação realizou a pesquisa “A Cara da Democracia no Brasil”, cujos resultados ajudam a lançar luz sobre esta questão (1). Sobre o papel do Estado na economia e como agente provedor de proteção social foram feitas nove perguntas aos entrevistados